segunda-feira, 31 de outubro de 2011

RAZOÁVEL MANDAMENTO

É razoável entender o que é o amor
Ou será fácil compreendê-lo como belo?
Se o belo faz parte do realismo em vigor
Que jamais resigma o simples e o singelo

É razoável compreendê-lo em segmentos
E de segmento a segmento enfim o remate
A conclusão fulgente além dos pensamentos
Que transcende a razão da sua própria arte

É razoável submetê-lo por ser mandamento
Porquanto, amar é um ato da vontade
E não jamais um efêmero sentimento

É razoável abnegação plena pra querê-lo
Quando não há entrega, não há em sí verdade
Para compreendê-lo é razoável vivê-lo

RIKARDO BARRETTO